O Brasil é um país do jeitinho

O Brasil é um país do jeitinho. Tudo que aqui acontece é próprio e único daqui. A grande recompensa para quem oferece um “jeitinho” é ver tudo resolvido e ser o pivô da solução através de sua autoridade em resolver a questão. O Supremo Tribunal Federal mais uma vez deu o jeitinho brasileiro de mudar a jurisprudência sobre a prisão em segunda instância, deixando os Corruptores, Corruptos, estupradores, assaltantes, assassinos a apoiadores do crime e a torcida pelos bandidos lado a lado, tem mais segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), 4.895 pessoas presas, podem ser impactadas pela decisão.

É impressionante como o Brasil não aprende com os seus erros. Como bem disse o Filosofo político Edmund Burke “Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la.”, e a verdade é que nós, reiteradamente, repetimos os nossos erros, como que esperando resultados diferentes, mesmo fazendo sempre tudo igual. Nada menos que insanidade, segundo Albert Einstein.

Infelizmente, o Supremo Tribunal Federal vem golpeado o país e a Constituição de vez em quando, ao sabor de sua conveniência.

Tenho vergonha, e me causa náusea o Supremo Tribunal Federal que nós temos hoje.  

Eu não peço desculpas pelo que estou postando, pois é realmente assim como me sinto, “com vergonha e náuseas”. Por favor, saiba que esta é a minha opinião e não está aberta para debate. Se você não concorda, é sua prerrogativa, mas eu não vou responder a nenhum dos comentários.

Lyra Sosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *