O Analfabeto e o Alienado Político do Brasil

O analfabetismo e a alienação política atual, se refere àqueles eleitores que votam por paixão a determinados partidos e políticos, sem se importar pela vida pregressa dos seus candidatos. Esses eleitores não ouvem, não veem, não se preocupam com o futuro da nação. Eles não sabem que o custo de vida depende das decisões políticas.

O analfabetismo e a alienação política representam uma estagnação social, uma zona de conforto cega, desprovida de consciência política e da capacidade de compreender ou de conhecer a realidade que o cerca.

Esses eleitores no Brasil não dão importância para o trabalho feito pela Operação Lava Jato, que em quatro anos nas ruas já investigou mais de cem políticos, entre eles o presidente da República, ex-presidentes, ministros de Estado e caciques de partidos.

Os mesmos ainda acham que entendem mais de direito que advogados, promotores, juízes, desembargadores e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), mesmo nunca terem estudado Direito. Para eles os candidatos do coração são injustiçados, perseguidos e presos sem provas.

Ficar aí uma frase popular como dica: “O pior cego é aquele que não quer ver”

Lyra Sosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *