Professores da rede Municipal rejeitam proposta indecente do prefeito de Araioses-MA

 Foto: Daby santos

A Prefeitura Municipal de Araioses ainda não efetuou o pagamento do adicional de 2/3 das férias dos professores da rede municipal de ensino. A lei obriga que o Executivo pague o benefício antes que os trabalhadores iniciem as férias, mas em Araioses isso não aconteceu.

Servidores públicos municipais da educação fizeram uma manifestação em frente a prefeitura na manhã de sexta-feira, 10/08. Segundo o professor Lindojohnson, “a manifestação foi um ato de pedido de respeito ao gestor pela categoria”. Há mais de oito meses de negociações com o magistério, o dilema dos professores ainda não chegou ao fim. Passaram as férias sem o adicional de 2/3 e aguardavam uma proposta que viesse a sanar o problema com o pagamento este mês. No entanto, os trabalhadores ouviram do prefeito Cristino Gonçalves e do secretário de Educação, José Ribamar Costa de Oliveira Filho, que o adicional de 2/3 será parcelado em 10 vezes.

Os Servidores da educação estão revoltados com a proposta do Prefeito e segundo as informações, o sindicato da categoria não aceitará passivamente essa decisão.

Araioses vem sofrendo um retrocesso na educação ao longo de 2017/2018, com a falta de merenda, manutenção das escolas e a desvalorização dos profissionais. E como não bastasse recebem um proposta indecente do prefeito Cristino Gonçalves.

Lyra Sosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *