Prefeito de araioses-MA Cristino Gonçalves pratica nepotismo por nomeação de esposa, filha e genro

Prefeito Cristino dando posse a sua mulher Sônia Silveira Araújo para Secretaria de Finanças

Nas redes sociais, o prefeito CRISTINO GONÇALVES, através do seu BLOGUEIRO o senhor DABY SANTOS, vem dizendo que continua com o propósito de tirar Araioses da situação vergonhosa que encontrou. Na rádio pediu ‘paciência’ aos correligionários no tocante a sua administração. Disse que a situação era inicialmente de recuperar a cidade; fez acusações do desaparecimento de documentos, ambulância, botijões de gás e outros bens da prefeitura municipal, negou dispor de emprego para ofertar a quem ele prometeu na campanha. Já no item ética do seu governo nada disse.

Secretaria de Trabalho e Assistência Social, Marília Gonçalves de Araújo filha do prefeito Cristino

A nomeação de parentes para ocupar cargos na Administração Pública, prática conhecida como nepotismo, sempre esteve presente na política. Com a promulgação da Constituição Federal de 1988, esta conduta revela-se incompatível com o ordenamento jurídico pátrio, evitam que o funcionalismo público seja tomado por aqueles que possuem parentesco com o governante, em detrimento de pessoas com melhor capacidade técnica para o desempenho das atividades. Mesmo com todos estes dispositivos, a perniciosa prática persistia em praticamente, todas as esferas de órgãos públicos.

Genro Rafael Gomes Leal – Secretaria de Administração.

Pois bem o NEPOTISMO é a grande marca do prefeito Cristino Gonçalves, logo na posse ele fechou os olhos para as questões éticas e nomeou sua mulher Sônia Silveira Araújo para Secretaria de Finanças, sua filha Secretaria de Trabalho e Assistência Social, Marília Gonçalves de Araújo e seu genro para Rafael Gomes Leal – Secretaria de Administração.

A cronologia dos fatos torna nítida a intenção do prefeito Cristino Gonçalves em premiar sua esposa, filha e genro com cargos comissionados em posição ‘estratégicas’ na estrutura do secretariado de seu governo, nomeando seus apaniguados, também demandados, que sequer possuem qualificação técnica que justificasse tal escolha.

A colocação da esposa, filha e do genro no dia seguinte da sua posse, como titulares das pastas a cima citadas configura ato estratégico do gestor, por se tratar de áreas com vinculação direta à imagem do prefeito Cristino Gonçalves.

Além do nepotismo praticado pelo atual prefeito ele ainda distribuiu 20 a 30 vagas de empregos para cada vereador que o apoiasse, sem que haja necessidade de concurso público.

Improbidade administrativa o ato praticado pelo prefeito CRISTINO GONÇALVES, SÔNIA SILVEIRA ARAÚJO, MARÍLIA GONÇALVES DE ARAÚJO e RAFAEL GOMES LEAL, revestem-se de dolo intenso e ofender os princípios da legalidade, moralidade, impessoalidade, eficiência, dentre outros.

Esperamos que o MP, através da competente DRA. SAMARA CRISTINA MESQUITA PINHEIRO CALDAS – PROMOTORA DA 2ª VARA DE ARAIOSES-MA, intime o PREFEITO à MULHER, FILHA e GERO, a se defenderem dos crimes de NEPOTISMO e apresentar suas qualificações para ocupar os cargos de Secretária de Finanças, Secretária de Trabalho e Assistência Social e Secretário de Administração do município de Araioses. Sob pena de DEMISSÃO e DEVOLUÇÃO dos salários recebidos ilegalmente!

Lyra Sosa

Educação no município de Araioses-MA vai de mal a pior

A educação em Araioses-MA vai de mal a pior, talvez você possa imaginar que essa é uma fala de algum professor da rede municipal que se encontra insatisfeito com os seus rendimentos financeiros ou pela ausência de infra-estrutura necessária na escola.

Realmente a educação vai mal, porém, quem nos diz isso é o próprio prefeito com o fechamento de escolas, falta de merendas, fardamentos e até mesmo dinheiro do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) tem por finalidade prestar assistência financeira, em caráter suplementar, às escolas públicas.

Digo prefeito por que todos nos sabemos que os secretários não passam de meros figurantes, sem poder algum.

Na escola municipal Unidade Escolar Mariano Quaresma do Santos a direção pediu aos pais que colaborassem com dinheiro para fazer festa de páscoa .

Festas são bem-vindas na escola, mas com o simples e importante propósito de ser um momento de recreação ou de finalização de um projeto didático.

Gestores escolares não podem exigir contribuições compulsórias de funcionários ou alunos. Quem adota essa postura deve ser denunciado. “Se houver provas, como comunicados escritos, gravações e testemunhas, é possível recorrer à Secretaria de Educação, a sindicatos e associações ou até ao Ministério Público”. Além da ação penal, o gestor corre o risco de ser exonerado do cargo.

Quando o assunto são normas educacionais, os desafios dos diretores começam desde o primeiro instante em que entram na escola.

Ao assumir o cargo, já é preciso conhecer os estatutos estaduais e municipais, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, o Plano Nacional de Educação, o Plano de Desenvolvimento da Educação, o Estatuto da Criança e do Adolescente e alguns capítulos da Constituição Federal.

A manutenção da infraestrutura e a aquisição de materiais para as escolas públicas são competências exclusivas dos governos.

Para resolver problemas financeiros e gerir os recursos, o melhor é estabelecer colegiados e conselhos e formar uma Associação de Pais e Mestres (APM) – unidade executora da escola. Com a participação de toda a comunidade, os gestores podem dividir a responsabilidade pela captação e administração dos recursos e assegurar a transparência da gestão por meio da fiscalização e prestação de contas.

Além disso, órgãos como as APM têm autonomia para receber e arrecadar recursos para a escola de forma lícita. “Fica a Dica”.

Lyra Sosa

Moradores fazem ‘vaquinha’ para tapar buracos em estrada vicinal do município de Araioses-MA

Não há como cuidar bem do que não se gosta. Se não gostar “de” povo, não estará, por óbvio, apto para cuidar dele. (Ismar Viana).

Às vezes a urgência não deixa esperar pela ação do poder público e os moradores do Povoado de Areias, em Araioses-MA se uniram para tapar os buracos provocados pelas ultimas chuvas na região.

Após alguns pedidos verbais dos moradores a administração da prefeitura e o não atendimento em tempo aceitável, eles se juntaram munidos de enxada, enxadão, pá e fizeram uma ‘vaquinha’ para comprar materiais e pagar um caminhão caçamba para transportar pedras e areia e tapar os buracos da estrada, que dificultam o acesso aos povoados Areias, Canabrava e Grossos. Eles provaram que a união faz a força independente da causa.

Segundo a professora Marinalva Santos, cuja família possui propriedade no local, o problema vem há muitos anos e apesar das promessas de vários gestores, nenhuma administração municipal resolveu o problema. Um morador que participou dos serviços disse “Cansamos de esperar e nós mesmos resolvemos colocar as mãos na massa”. Desabafou o morador, que disse ainda que o problema fica pior quando chove, pois deixa vários locais ilhados.

Vivemos um momento de ânimos acirrados, a população não aguenta mais o desmando, a incompetência, e o mau uso do dinheiro público, o que esses senhores fizeram ontem, nada mais foi que um desabafo de quem não suporta mais tanto sofrimento.

Apesar do desânimo, uma coisa ainda nos fortalece: a certeza de daqui a três anos e dez meses esse governo de tirania e de enganação chegará ao fim. E nós, moradores do município, estaremos livres daquele que consideramos o pior prefeito da história de Araioses.

Lyra Sosa